segunda-feira, 13 de junho de 2011

O poder das palavras

Oi gente, mais um lindo dia de céu azul e sol mansinho por aqui!
Bom, sei que não ando postando muitas coisas de artesanato, mas ando meio devagar mesmo porque os estudos têm me absorvido um bocado. Ontem eu fiz umas mandalas que assim que secarem posto para vocês verem.
Estava pensando qual seria a proposta dessa semana e então pensei no poder das palavras...


Não nos damos conta, mas vamos pensar direitinho, quando nos recolhemos ao nosso momento de oração e, normalmente, de forma repetida e sem afirmação positiva repetimos uma rotina conhecida de orações estamos apenas desperdiçando um tempo precioso que poderíamos estar realmente conversando, falando com o Alto.
Vamos pensar no nosso trabalho, por exemplo, onde, em geral, agimos diferente. Se temos algo para falar com nosso chefe nós pensamos, medimos as palavras, buscamos uma forma bem clara de falar o que queremos, não é? Então?! Por que quando falamos coisas para nós fazemos diferente?
Precisamos nos conscientizar que as palavras que proferimos têm sim MUITO valor!

Muitos, como eu, gostam de entoar mantras, que nada mais são do que palavras com uma carga positiva imensa. Quem não gosta, pode repetir inúmeras vezes de forma ritmada e harmônica a palavra Deus, por exemplo, ou Amor, Paz, Saúde, Felicidade, Prosperidade... Quando falamos essas palavras de forma melódica gravamos no Cosmo essa energia, somos envolvidos por ela e isso começa a fazer parte de nossa vida.
Essa conversa não é papo de "gente zen", que gosta do cheiro de incenso e de ficar repetindo "sons estranhos" é comprovado, além de ser bíblico ("No início era o Verbo, e o verbo estava com Deus e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. E o Verbo e fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade..." - Joaõ 1:1)!

Cientificamente provado, quando pronunciamos qualquer palavra há uma vibração física. Então, essa vibração chega até nós que podemos então conhecê-la ou não. Por um processo de semelhança, buscamos em nossos arquivos cerebrais as vibraçoes catalogadas até que relacionamos com alguma que conhecemos. Então, ao pronunciar a palavra Paz, por exemplo, e gerar uma vibração eu reconheço a palavra e só aí ela passa a ter sentido para mim. Essa coisa da vibração nós podemos perceber com clareza quando vemos alguém com deficiência auditiva usando o tato para identificar sons. Eles usam a vibração do som para identificá-lo.

Bom, essa conversa toda é para propor que essa semana nós usemos isso a nosso favor!
Então vamos falar do fundo de nosso coração aquilo que queremos para nós e para o mundo e assim nos cercar dessa energia. Vamos fazer por nós e pelo mundo que nos abriga, alimenta, nos carrega em sua superfície generosamente! As palavras têm poder! Nós queremos que coisas boas aconteçam! Vamos trabalhar para isso! Todos juntos essa semana!
Um grande beijo!
Om!

2 comentários:

Flor Baez disse...

Ficamos aguardando então sobre o poder das palavras!

Com amor,
Flor

Rita disse...

Olá querida Flor, seja bem vinda!
Essa postagem aqui era só para embasar a campanha da semana no blog, positivismo nas palavras. Como muitas pessoas não são ligadas nessas coisas fiz uma introdução para explicar a proposta.
Mas sua sugestão já foi aceita e vou seguir falando um pouco mais disso. Já estou até preparando a matéria! ;)
Valeu!
Beijos e volte para participar e comentar, ok?!

Meu Selinho

Meu Selinho